Bate-Bola | Estevan Oelke | 24/06/2014 09h27

Bate Bola: José Eduardo Afonso Mota

Compartilhe:

Madrugada

Escolhido para chefiar a Funesp, José Eduardo Afonso da Mota, mais conhecido como o Madrugada anteriormente já comandou a Fundesporte e a Federação de Vôlei de Mato Grosso do Sul. Agora não tão diferente, ele atende os municípios com projetos para o esporte e o lazer em Campo Grande e as regiões mais carentes da cidade. Em um contato com o site Esporte Ágil, ele conta sobre projetos e como está sendo a vida na Funesp.

Confira este bate bola:


Esporte Ágil:
Como está sendo o trabalho diante da Funesp?

Madrugada: Bem, estamos aqui há 90 dias na Fundação e nesse período nós procuramos dar uma redimensionada no calendário esportivo e alguns projetos importantes existentes na Fundação e que estamos agora coordenando o calendário como estes projetos. O calendário não foi mexido em virtude de alguns eventos que não tem como mexer como o Jogos Escolares, Jogos Abertos. Eu acredito que quando você consegue ter um ajuste financeiro você consegue fazer com que todas as propostas de trabalho sejam concluídas. Então, em cima disso, agora a gente já tá conseguindo dar um passo muito importante para a Fundação que é organizar as ações que no 2º semestre e o que a gente divulgar vai sair.

Esporte Ágil: Ainda que esteja pouco tempo na Funesp, qual seria o projeto mais ambicioso pós-copa?

Madrugada: Pelo menos uns 100 polos de atividades esportivas ou culturais, isso que a gente tá com a proposta de atingir até o meio de setembro. Essa é uma proposta que o Prefeito pediu para a gente que pudesse contemplar e o prefeito tem uma preocupação com essas crianças que estão nas ruas, ele quer que essa criança esteja praticando uma atividade esportiva, então essa é uma das propostas. Mas nós temos também alguns projeto de Auto Rendimento que não será mais escolinhas e sim auto rendimento. São garotos que já tem formação na modalidade e estamos buscamos alguns parceiros e nisso tudo vamos envolver quase mil crianças. Nós vamos começar agora a partir de agosto, vamos iniciar os treinamentos nas modalidades de Voleibol, Basquetebol, Handebol, Natação e Futebol. Então este é um grande projeto que a gente tem para este ano, fora as atividades recreativas esportivas que vamos desenvolver dentro da região de Campo Grande.

Esporte Ágil: Em relação aos apoios, como a entidade se coloca?

Madrugada: A gente tem dado apoio as Federações, o nosso maior apoio nesses dias que estamos aqui, foi oferecer aos clubes de Campo Grande que jogam futebol profissional de poderem participar do Campeonato Sub-19 e da Segunda Divisão que seria um apoio financeiro a todos os clubes da Capital. Então esse apoio que a gente tem dado a eles, temos dados a 12 federações através de convênios para que essas federações administrarem suas competições a nível metropolitano, a nível municipal. Acho que esses apoios já da uma sustentação boa para essas federações de todas as modalidades esportivas.

Esporte Ágil: O que fica de aprendizado como Presidente da FVMS e o que muda sendo Presidente da Funesp?

Madrugada: Não muda muita coisa, já tenho praticamente mais de 20 anos que trabalho nesse setor e eu como presidente, já fui presidente da Fundesporte alguns anos atrás. O que trás para gente é uma experiência maior entendeu, tudo o que a gente vive às vezes procura desenvolver o que a gente pensa e o que é bom para o esporte. Isso a gente tá tentando fazer aqui dentro, quando você é um coordenador, você é subordinado. Quando você é o legião responsável, você é a pessoa responsável, então tem que direcionar tudo o que você pensa e o que vai dar certo. Agora a única dificuldade que temos no esporte é que a parte financeira é muito pequena, os recursos são muito pequenos, tanto na esfera municipal, tanto na estadual. Então sempre a gente vai aprendendo algumas coisinhas, primeiro a lidar com o pessoal, ter uma necessidade de ajudar a população mais carente da cidade que é necessário, propor atividades que você pode atender as sete regiões. Então tudo isso é uma aprendizado, nós temos uma boa equipe, mas a gente ainda esbarra na questão de a gente querer fazer algo melhor, a questão do recurso. O recurso que a gente tem é o essencial para a gente fazer o básico.

Esporte Ágil: O que esperar do Madrugada na entidade?

Madrugada: É trabalho, eu acho que a gente desenvolve um trabalho juntamente com uma equipe aqui e é isso que pode melhorar, mas é trabalho, atitude e é isso o que pode esperar do Presidente.

 

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS