Truco | Da redação | 15/10/2007 13h26

Sem patrocínio, Lucas Melgarejo corre risco de não disputar Master

Compartilhe:

Tênis

Campo Grande (MS) - Quase um ano após perder o patrocínio da Tam Linhas Aéreas, o tenista ponta-poranense Lucas Melgarejo ainda amarga a falta de apoio. Sétimo colocado no Ranking Credicard e décimo no Ranking Brasileiro na categoria 16 anos, o sul-mato-grossense não tem condições de viajar para Porto Alegre (RS), no próximo dia 22, quando começa a 5ª e última etapa do Circuito Credicard.

O torneio que define os oito melhores de cada categoria nesta temporada pode deixar o tenista de MS fora do Master que será realizado em São Paulo (SP), entre os dias 07 e 10 de novembro, na Sociedade Harmonia de Tênis. "Quando eu tinha o patrocínio da Tam existia a certeza de poder estar nos principais torneios nacionais e até internacionais, mas sem o patrocínio e contando apenas com a ajuda de alguns amigos tenho que me contentar em poder participar apenas de torneios mais próximos de meu Estado", disse Lucas, demonstrando tristeza.

Para seu treinador e pai, o professor José Melgarejo, manter um tenista entre os dez melhores do Brasil não é tarefa fácil, "mas com a garra e a determinação do Lucas sempre é possível", diz. "Agora só nos resta uma esperança: a de conseguir um patrocínio para que este jovem talento que está a um passo de se tornar profissional venha a dar prosseguimento a sua brilhante carreira", acredita.
 
Lucas iniciou no tênis em abril de 2001 e já conquistou 107 troféus. O tenista sempre vem se mantendo entre os melhores do Brasil, sendo o único do Mato Grosso do Sul até o momento a ter ocupado a sonhada primeira colocação no Ranking Nacional.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS