Esporte Ágil - Praça do Parque Alvorada é palco da 5ª edição do Skate Dourados
Skate | Da redação/com Dourados Agora | 26/11/2013 12h06

Praça do Parque Alvorada é palco da 5ª edição do Skate Dourados

Compartilhe:

Dourados (MS) - Acontece neste final de semana, 30, e 1, na pista da Praça do Parque Alvorada, a quinta edição do Skate Dourados, evento de gabarito internacional e que tem se tornado tradicional na região. Segundo o empresário e skatista Bruno Rocha, um dos organizadores da competição, devem estar presentes representantes de diversas cidades como Campo Grande, Naviraí, Nova Andradina, Cuiabá (MT), Guaíra (PR), Cascavel (PR), e Assuncion e Pedro Juan Caballero, do Paraguai.

As disputas acontecem na modalidade skate street, com início previsto para às 8 horas do sábado, se entendendo até o final da tarde de domingo, nas categorias mirim, iniciante, amador I e II, com inscrições feitas no local e que variam de R$ 10 a R$ 25. O evento terá outras atrações além daquilo que deve acontecer dentro da pista, segundo o organizador, haverá apresentações culturais com os grupos “We Love 2 Rock” e “Estação Ragga”, ao som do DJ Danilo Capilé.

“A entrada será aberta ao público. Convidamos a comunidade a comparecer ao local para prestigiar as disputas e as atrações, e também poder conhecer um pouco mais da cultura difundida entre os skatistas. Queremos mostrar que praticamos um esporte sério, que ganha novos adeptos a cada dia. O objetivo é romper a barreira do preconceito; muitos ainda imaginam que o skate é coisa de marginal”, explicou Bruno.

O juiz que irá conferir pontuação aos atletas é Denílson Morais, único skatista profissional de Mato Grosso do Sul, e uma das referências nacionais da modalidade. “Ele é um grande exemplo para nós, é um cara que na época em que era amador, conseguiu conquistar o título do Desafio de Rua promovido pela revista 100% Skate, o maior veículo especializado no nosso segmento. Denílson desbancou competidores mais experientes e conseguiu um contrato profissional”, comentou.

Reformas

Bruno Rocha afirma que a pista do Parque Alvorada precisou passar por algumas adequações. Ele explica que tentou acionar o poder público, mas como não obteve resposta, decidiu arcar com os custos pelo próprio bolso após receber uma autorização da prefeitura. “Nossas pistas não são boas e eu não poderia organizar um evento desse porte na pista da praça; tivemos que reformar.

Amigos eu colocamos a mão na massa para fazer os ajustes necessários, já que vínhamos pedindo melhorias há cerca de dois anos e nunca fomos atendidos. Diante desse cenários, tinhamos que tomar alguma atitude”, ressaltou.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS