Esporte Ágil - Marcelo Bastos vence e se sagra bicampeão do Oi Rio Vert Jam
Skate | Da redação | 06/03/2011 15h40

Marcelo Bastos vence e se sagra bicampeão do Oi Rio Vert Jam

Compartilhe:

Rio de Janeiro (RJ) - Paulistano, 24 anos, Marcelo Bastos tornou-se hoje (domingo) bicampeão do Oi Vert Jam, etapa do circuito mundial da World Cup Skateboarding disputada na Lagoa Rodrigo de Freitas, Rio de Janeiro, superando na final alguns dos maiores nomes do skate vertical mundial, como Bob Burnquist, Sandro Dias e Andy MacDonald. Se, em 2010, sua vitória pode ser considerada uma surpresa, o mesmo não pode ser dito do novo título. Atual campeão mundial, considerado um dos mais consistentes skatistas do circuito, Marcelo conseguiu sua melhor linha já na primeira das três voltas, alcançando a média de 89,33 pontos. Com 88,33 pontos, resultado da terceira volta, Bob Burnquist, carioca radicado na Califórnia, Estados Unidos, ficou com o vice-campeonato. Na terceira posição, mais um nome da nova geração do esporte, o paulista Rony Gomes - 86,33 pontos.

"Fiz minha volta totalmente no improviso, sem planejar a linha e acabei encaixando as manobras. Achei até que o Bob tivesse me superado naquela terceira volta e fico muito feliz de ganhar aqui de novo. É um ótimo começo de ano pra mim", disse Marcelo.

Apesar dos ótimos resultados que vem colhendo, Marcelo compete sem patrocínio há dois anos: "A turma até gosta de me ver andar, mas não querem investir. Sobrevivo do dinheiro que ganho nos campeonatos. A bolsa do Oi Vert Jam 2011, por exemplo, vai ser guardada para ajudar na viagem para Xangai.

Com as quedas nas duas primeiras voltas, Bob Burnquist se viu numa situação já comum na carreira: a de ir para o "tudo ou nada" na terceira volta. E, como de hábito, o megacampeão não decepcionou a torcida, que gritou seu nome e fez fila para conseguir um autógrafo: encaixou uma terceira volta quase perfeita e, por muito pouco, não levou mais um troféu do Oi Vert Jam para casa.

"Fiquei abalado psicologicamente com as duas quedas, mas não tinha motivo para baixar a cabeça. Antes de descer a rampa, pensei muito em minha filha (Lotus, que aniversaria hoje), na minha esposa e nas várias vezes em que virei o jogo na última volta. Fico muito feliz por terminar entre os dois talentos da nova geração do skate", disse Bob.

Eufórico pelo terceiro lugar, Rony Gomes festejou ao lado do pai, que o acompanha pelo circuito. "Acertei tudo o que tinha planejado. Foi bom demais. A nova geração vem com tudo", acrescentou Ronny, 19 anos. O outro expoente dessa nova safra, o paulista Pedro Barros, 15 anos, não conseguiu se classificar para a final de hoje, mas já soma duas vitórias no circuito mundial 2011 na modalidade Bowl.

O Oi Vert Jam é a etapa que abre a temporada do Circuito Mundial da World Cup Skateboarding (WCS) e pela primeira vez no Brasil, o formato da prova acontece no sistema de paredes, no qual cada skatista tem 13 paredes para fazer suas manobras. O formato segue uma tendência mundial, que substitui a antiga contagem da volta por tempo.

O evento é uma realização da Maxsports, tem o patrocínio da Oi, Sprite e Volkswagen. A HD é a marca esportiva oficial. O apoio é da Prefeitura do Rio de Janeiro e supervisão técnica da Confederação Brasileira de Skate (CBSK).

FINAL DO OI VERT JAM 2011
1 - Marcelo Bastos - 89,33
2 - Bob Burnquist - 88,33
3 - Rony Gomes - 86,33
4 - Andy Macdonald - 85,67
5 - Sandro Dias - 85,00
6 - Danny Mayer - 81,67
7 - Alex Perelson - 75,00
8 - Elliot Sloan - 55,33

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS