A competição interestadual faz parte do calendário anual da Federação de Judô de Mato Grosso do Sul (FJMS)

"/>
Judô | Lucas Castro | 09/07/2019 12h30

Associação Cano vence a 13ª Copa Ponta Porã de Judô

Compartilhe:

Deu interior na 13ª edição da Copa Ponta Porã de Judô. A Associação Cano de Judô (ACJ), de Dourados, foi a campeã geral do torneio, realizado no último sábado (7), no Ginásio Poliesportivo Pepe Portela, em Ponta Porã. A competição interestadual faz parte do calendário anual da Federação de Judô de Mato Grosso do Sul (FJMS).

A ACJ garantiu o primeiro lugar na classificação por agremiações ao conquistar 30 medalhas, sendo 11 de ouro, oito de prata e nove de bronze. A equipe douradense teve a quarta maior delegação da Copa, com 40 atletas inscritos (24 no masculino e 16 no feminino) no total.

Ao Esporte Ágil, o fundador e presidente do clube, Alexandre Cano, afirma que o final de semana foi "iluminado" para seus atletas. "Tem aquele dia que tudo dá certo e, realmente, neste final de semana deu tudo certo para nós. Se a gente tivesse previsto isso, acho que não teria acontecido, foi tudo tão natural e tranquilo".

Cano, à frente da ACJ há 27 anos, classificou como histórico o feito em Ponta Porã, principalmente pelo fato de uma agremiação do interior ter superado as da capital, o que raramente acontece. "Foi inacreditável, porque é muito difícil uma academia do interior superar a da capital ou até mesmo a anfitriã do evento, que geralmente inscreve muitos atletas. Como a capital é muito grande, é quase impossível".

De acordo com Cano, o título foi comemorado até mesmo por professores de clubes de Campo Grande. "Até eles ficaram felizes com nossa conquista, foi uma alegria gigantesca. Temos ficado sempre entre os melhores, mas ser campeão geral em um campeonato no qual haviam muitas delegações, academias de outros estados e do exterior, é mais gratificante ainda".

O destaque da equipe da Cidade Modelo foi Giovane Cano, filho de Alexandre e que já possui o título de sensei na ACJ, que faturou três condecorações douradas em três categorias diferentes. Ele subiu ao lugar mais alto do pódio na sub-18 médio (até 81 kg), sub-21 meio-médio (até 81 kg) e sênior meio-médio (até 81 kg).

A Associação Atlética Judô Futuro, de Campo Grande, ficou em segundo lugar na classificação geral. Os campo-grandenses obtiveram 27 medalhas (13 ouros, cinco pratas e nove bronzes). O Clube Sakurá de Judô, de Dourados, fechou a competição em terceiro, após assegurar 21 medalhas (12 ouros, cinco pratas e quatro bronzes).

O Banzai de Judô, projeto social da FJMS, teve o maior número de atletas inscritos da competição, fato não corriqueiro, até então, nos torneios sul-mato-grossenses da modalidade. O projeto levou aos tatames de Ponta Porã 119 judocas (86 no masculino e 33 no feminino), número expressivo (quase o dobro) se comparado à segunda maior delegação da Copa, a da Associação Desportiva Moura/Estoril, que teve participação de 64 atletas (39 no masculino e 25 no feminino).

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS