Esporte Ágil - MS faz planos para receber Jogos da Juventude em 2018
Jogos Abertos | O Estado MS | 09/12/2016 14h16

MS faz planos para receber Jogos da Juventude em 2018

Compartilhe:

O plano de Mato Grosso do Sul em sediar os Jogos Escolares da Juventude foi um dos motes das reuniões feitas em Campo Grande. Os encontros, que começaram na segunda- -feira e terminam hoje, contam com a participação de representantes do Ministério dos Esportes, COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul).

De acordo com Marcelo Miranda, 49 anos, diretor presidente da Fundesporte, o objetivo das reuniões é a análise e programação das edições dos jogos realizados pelo Estado. Além da definição dos detalhes para a sede de 2017. Na última edição dos Jogos da Juventude, em João Pessoa (PB), cerca de seis mil atletas participaram do evento, sendo 153 de Mato Grosso do Sul. “É uma meta nossa do Estado em sediar o evento, mas para isso precisamos de umas adequações”, disse. Ele afirma que a cidade pode receber os Jogos, após a realização das adequações necessárias. “Precisamos de uma pista de atletismo, mas o campeonato seria um objetivo para 2018”, contou.

Na sequência, o diretor da Fundação admitiu que a Capital precisa de ginásios adequados para a competição. As edições dos Jogos da Juventude acontecem em setembro, e Miranda voltou a falar das melhorias a ser realizadas em Campo Grande. “Podemos ter isso a partir de 2018, mas precisamos realizar as readequações em 2017”, falou.

“Essa reunião é a avaliação geral dos jogos, e isso é bom, pois é o reconhecimento de um trabalho feito pelo COB com a gente (Fundesporte) que quer fazer essa participação”, argumentou o dirigente. “Os jogos podem trazer mais turismo e desenvolvimento para a cidade”, acrescentou o dirigente da Fundação.

De acordo com o COB, para sediar a edição deste ano, a rede hoteleira de João Pessoa teve de abrigar delegações de 25 Estados, além de membros da organização do evento. A receita gerada pelas diárias ao longo da competição foi em torno de R$ 4 milhões, conforme informação divulgada na época da competição pelo Comitê Olímpico Brasileiro.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS