Futebol | Da Redação | 10/08/2020 12h45

Sede do Corumbaense é colocada em leilão para pagamento de dívida

Compartilhe:

O Corumbaense colocou em leião sua sede, localizada em Corumbá (MS), para o pagamento de uma dívida ao atacante Sandro Martins da Silva, o Sandrinho, atualmente no Costa Rica. O valor que o clube deve ao atleta é cerca de R$30 mil reais. Os diretores do Carijó acreditam numa negociação com o jogador e seu advogado, e afirmam que parte da dívida foi paga, mas as parcelas foram suspensas com a paralisação das atividades devido à pandemia do Novo Coronavírus. Sandrinho atuou pelo Corumbaense nos anos de 2017 e 2018.

O caso é semelhante ao que já aconteceu com outros clubes de Mato Grosso do Sul. Os rivais, Operário e Comercial, por não pagarem as contas e não acompanharem os desfechos da Justiça Trabalhista, vivem longe de seus patrimônios. O Galo perdeu o Centro de Treinamento, na região da Vila Santa Mônica, e a sede da avenida Bandeirantes por dívidas aos atletas contratados ao longo dos anos. O Colorado tem uma dívida interminável com o zagueiro Laercio. O time já perdeu a vila Olímpica, ficou de receber uma área no bairro Oliveira, mas até hoje não se sabe ao certo como está o andamento. Na prática, Comercial e Operário estão sem sede e sem campo de treinamentos.

O leilão da sede do Corumbaense está em andamento no sistema online e deve encerrar até 3 de setembro. De acordo com o clube, o lote custa em torno de R$ 18 milhões e o lance mínimo do leião é no valor de R$ 947.540. Na descrição, o lote apresenta campo de futebol, ginásio esportivo, quadra de tênis, piscinas, alojamento, vestiários, salões de festa, churrasqueira, deck. O terreno tem mais de 11 mil metros quadrados e está localizado na Avenida Marechal Rondon com a 7 de Setembro, no centro, próximo ao Porto Geral.

Atacante atuou no Corumbaense nos anos de 2017 e 2018 (Foto: Arquivo Diário/Anderson Gallo)

Campeonato Sul-Mato-Grossense
De acordo com o presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul, Franciso Cezário de Oliveira, em entrevista para a TV Morena, a bola deve voltar a rolar no Estado em 29 de novembro. A competição teve de ser suspensa devido à pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19).

O planejamento é que as equipes voltem aos treinos duas semanas antes do retorno do estadual. Com isso, os clubes estariam liberados para retomar suas atividades a partir do dia 15 de novembro, com testagem para Covid-19 nos atletas e comissões técnicas dos oito clubes que irão disputar o mata-mata, dois dias antes de cada jogo. Ainda é necessário a liberação das autoridades sanitárias de cada município, para que a ideia seja concluída.

Quartas de Final do Estadual Sul-Mato-Grossense 2020
Aquidauanense x Corumbaense
Maracaju x Águia Negra
Costa Rica x Serc
Comercial x Operário

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS