Futebol | Lucas Castro | 05/05/2019 17h32

Operário sai na frente, mas sofre a virada do Patrocinense na estreia da Série D

Compartilhe:

O Operário Futebol Clube viajou até Patrocínio-MG, município distante a 393 quilômetros da capital Belo Horizonte, para encarar o Patrocinense no jogo de estreia do Campeonato Brasileiro Série D 2019. A equipe de Campo Grande abriu o marcador, mas levou a virada e perdeu por 2 a 1, em partida válida pelo Grupo A11, neste domingo (5).

O Galo saiu na frente com Ygor Souza aos 3 minutos do primeiro tempo, após vacilo da defesa adversária. O zagueiro Jorge Miguel e o goleiro Cleysson não se entenderam e a bola sobrou de graça para o camisa 7 operariano abrir o placar no estádio Pedro Alves do Nascimento.

O time mineiro empatou com um golaço do volante Gilson, aos 26 minutos da primeira etapa. Após cruzamento da direita, o esférico foi ajeitado para o jogador, que chegava de trás, armar um voleio sem pulo e deixar tudo igual. A equipe da casa empatou após estar melhor na partida e equilibrar as ações ofensivas.

Aos 38, a virada já dava indícios que aconteceria. O camisa 10 Luiz Fernando cobrou escanteio, Gilson fez a “casquinha” na primeira trave e o atacante Rafael Tanque quase conclui para o fundo das redes.

Na etapa complementar, o time de Patrocínio voltou com a mesma atitude ofensiva que terminara o primeiro tempo, sendo mais efetivo no ataque, com um número significativo de chances de gol criadas. Logo aos 10 minutos, o Patrocinense passou à frente no placar. O meio-campo Nathan avançou pela direita, viu Luiz Fernando se deslocar e virou a bola, com um belo passe. O camisa 10 da equipe mineira limpou a marcação operariana e botou para dentro. 2 a 1.

Partida marcou o retorno do técnico Celso Rodrigues ao Galo (Foto: Reprodução/MyCujoo)

O Operário teve a chance de empatar em duas ocasiões. Lucas Kattah, livre pela esquerda, dentro da grande área, quase igualou com 28 minutos de jogo, mas desperdiçou a oportunidade ao finalizar muito alto. Aos 45, no famoso “abafa” em busca do gol, Pedro Hulk, que entrou no lugar de Kattah, soltou a perna em um belo chute rasteiro de canhota, obrigando o goleiro Cleysson a trabalhar e evitar o empate no final da partida.

Com o resultado deste domingo, o Patrocinense lidera o Grupo A11, com três pontos. União Rondonópolis-MT e Anapolina-GO concluem a rodada nesta segunda-feira (6), às 20h10 (horário de MS), no estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis-MT.

Volante Gilson marcou um golaço de voleio para o clube mineiro (Foto: Reprodução/MyCujoo)

O Patrocinense disputou sua primeira partida em uma competição a nível Brasil na história. Já o Operário, voltou a competir em palco nacional após 11 anos, quando disputou a Série C em 2008. Esta, inclusive, foi a primeira participação operariana na quarta divisão, criada em 2009.

A equipe comandada pelo técnico Celso Rodrigues enfrenta o União Rondonópolis na próxima rodada. A partida está marcada, oficialmente pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), para o estádio Morenão. Entretanto, a diretoria operariana já afirmou que mandará seus jogos no Jacques da Luz, o tradicional Estádio das Moreninhas, em Campo Grande. A bola rola no próximo domingo (12), às 15h (horário de MS).

Ficha técnica

Patrocinense: Cleysson; Douglas Maia (Mário César), Jorge Miguel, Betão e Yuri; Gilson, Arilson, Nathan e Luiz Fernando (Danielzinho); Jarlan (Jhonathan Moc) e Rafael Tanque. Técnico: Thiago Oliveira.

Operário: Jota; Thiaguinho, Carlão, André Paulino e Alan; Daniel Lucini (Alexandro Firmino - "Coruja"), Ygor, Fernandinho e Cadu (Wesley); Régis Wenzel e Lucas Kattah (Pedro Hulk). Técnico: Celso Rodrigues.

Ábritro: Christiano Gayo Nascimento (DF)

Assistente 1: Lucas Torquato Guerra (DF)

Assistente 2: Kleber Alves Ribeiro (DF)

Quarto árbitro: Jerferson Antônio da Costa (MG)

Analista de campo: Renato Cardoso da Conceição (MG)

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS