Até o momento, na disputa da Série B, o time segue com uma derrota para o União e um empate com Três Lagoas

"/>
Futebol | Débora Oliveira | 22/02/2021 09h55

De um protesto, nasceu o Novo Futebol Clube

Compartilhe:

Natural de Campo Grande, o Novo Futebol Clube foi fundado em 11 de outubro de 2010 por ex-membros da torcida organizada do Operário que estavam insatisfeitos com as atuações da equipe. Como uma forma de protesto, criam o Novo, buscando dar uma nova cara ao futebol Sul-Mato-Grossense.

O clube leva em seu escudo traços do Estado de Mato Grosso do Sul e também de suas origens campo-grandenses. As cores de sua camisa foram escolhidas após algumas reuniões de fundadores, entre eles, Éder Cristaldo, e ficou decidido que o clube levaria consigo o preto, dourado e o branco.

Mesmo formado por torcedores do Operário, nem todos foram a favor da fundação do novo clube, principalmente pela inspiração no já consagrado time da capital, maior campeão do Estado com 11 títulos, além de 4 troféus Estaduais antes da divisão do Estado, sendo também o time que mais participou de jogos da Primeira Divisão Sul-Mato-Grossense e tem a melhor campanha de um time local no Brasileirão (3º lugar em 1977). 

Devido aos problemas com a torcida adversária, a diretoria tem se empenhado para dar à equipe sua própria identidade, retirando traços que remetem ao galo (mascote do Operário), como a alteração no nome de fundação, que de Novoperário Futebol Clube passou a ser Novo Futebol Clube.

Trajetória do clube

A estreia no Estadual de Mato Grosso do Sul veio logo em 2012, após conseguir a profissionalização da equipe no ano anterior. O começo foi produtivo e o time logo conseguiu o primeiro título no Estado, sagrando-se campeão da Série B, o troféu veio justamente no dia em que o clube completava o aniversário de fundação.

A chegada na Série A aconteceu em 2013, onde terminou a competição com 17 pontos na classificação geral. No ano seguinte, o desempenho melhorou e o Novo fechou o campeonato com 20 pontos.

O melhor desempenho do clube na Série A foi em 2017, quando foi vice-campeão Estadual, conseguindo uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro de 2018, onde terminou a rodada na 28° colocação. No mesmo ano ainda, seguiu para a disputa da Copa do Brasil, mas foi eliminado logo na primeira fase após perder para a equipe pernambucana do Salgueiro pelo placar de 3 a 2. 

O atual momento

Em  2019, após fazer sua pior campanha na Série A, o Novo foi rebaixado para a Segunda Divisão do Estadual, seguindo lá desde então. Até o momento, na disputa da Série B, o time estreou com uma derrota por 3 a 1 diante do União ABC, e conseguiu um empate em 1 a 1 com o Três Lagoas. Faltando apenas duas rodadas para o fim da competição, com jogos frente ao de Coxim e ao Dourados, o clube tem grandes chances de carimbar 2021 com a volta à Série A do Campeonato Sul-Mato-Grossense.

É nos altos e baixos de sua recente história que o Novo Futebol Clube busca cada vez mais espaço no futebol Estadual, se desvencilhando dos traços que remetem ao rival e construindo sua própria identidade como equipe. O Novo volta a campo neste domingo (21), diante do Coxim Atlético Clube, às 15h, no Estádio André Borges, em Coxim.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS