Esporte Ágil | Vitor Yoshihara/Da redação | 17/10/2012 09h36

A nova "Bancada Esportiva" da Câmara Municipal de Campo Grande

Compartilhe:

Mais uma legislatura de vereadores foi formada no último dia 7 de outubro. A novidade, desta vez, é que pela primeira vez 29 parlamentares foram eleitos (ao invés dos 21 das últimas eleições).

O aumento do número de cadeiras também promete influenciar na chamada "Bancada Esportiva" da Casa de Leis, que tinha até este ano os vereadores Mario Cesar (PMDB), Herculano Borges (PSC) e João Rocha (PSDB) - todos reeleitos. Se juntam a eles, a partir de 2013, os futuros parlamentares Coringa (PSD) e Chiquinho Telles (PSD), envolvidos com projetos sociais esportivos e o futebol amador.

Com essa "bancada de peso", que seria ainda possível incluir Vanderlei Cabeludo (PMDB), por sua atuação na tentativa de trazer a Copa do Mundo de 2014 para Campo Grande, será que finalmente sai o sonhado 1% do orçamento municipal para investimentos no esporte? A iniciativa, proposta inicialmente pelo vereador Mario Cesar, junto dos parlamentares Herculano Borges e João Rocha, busca desde 2010 por esse aumento no repasse de verbas públicas municipais (saltando de aproximadamente 11 milhões de reais para 27 milhões).

Com o segundo turno para prefeito cada vez mais próximo, vi apenas Edson Giroto (PMDB) falando sobre o investimento no esporte olímpico e na possibilidade do 1%. Já Alcides Bernal (PP) promete revitalizar complexos esportivos e promover competições esportivas interbairros. Destaco aqui que o esporte foi um dos temas menos explorados pelos candidatos durante a campanha, apesar do momento em que o Brasil se encontra. Vamos mudar isso?

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS