Entrevistas | Gabriel Sato* | 02/10/2019 13h37

Eder Vaz conta ao Esporte Ágil TV sua trajetória no mundo do atletismo

Compartilhe:

O verbo "correr" sempre fez parte da vida de Eder Vaz. Rápido dentro das pistas de atletismo, além de suar a camisa nas corridas, precisou correr atrás do sonho de ser um atleta profissional. Natural de Mato Grosso, Vaz mudou-se ainda na infância para Coxim-MS e precisou se deslocar a Campo Grande, para conseguir atingir seus objetivos. Os problemas financeiros sempre foram um dos principais obstáculos em sua trajetória.

Durante a época de colégio, Vaz percebeu que se não era um dos melhores no futsal, na corrida ele se garantia. Nas brincadeiras, o ainda pequeno sonhador sempre era um dos últimos a ser pego na tradicional "pega-ajuda". Foi então que resolveu investir no atletismo. Com 14 anos, inscreveu-se em uma prova de 10 quilômetros e, mesmo sem treinar, ficou em segundo lugar. A partir deste evento, resolveu treinar, mas como não tinha aulas em sua cidade, o atleta treinava sozinho.

Sem muitas condições financeiras, nem tênis para treinar e competir, sua madrinha resolveu ajudar. "Foi ela que me incentivou, fomos até uma loja de calçados e ela comprou um par de tênis para eu participar dos campeonatos. Só que ela me mandou voltar da loja até em casa correndo e eu ainda cheguei antes dela, que estava de carro".

Equipado e com o treinamento em dia, Vaz começou a correr e, com bons resultados, chamou a atenção de Valdir "Velocista", na época, técnico da equipe de atletismo de Campo Grande. "Fui correr uma corrida de Cross Country e ganhei de um monte de atleta do Valdir, fiquei em segundo lugar e então ele veio falar comigo", relata ao Esporte Ágil.



Eder Vaz concedeu entrevista ao Esporte Ágil TV (Foto: Emerson Freitas)

Após conversa com Valdir, Vaz se mudou para Campo Grande, mas chegando à capital recebeu a notícia que o alojamento estava lotado e não caberia ele. "Fiquei na casa de um amigo de equipe por alguns meses, e então cortaram o alojamento. Precisei procurar um emprego e comecei a trabalhar e treinar, foi um momento complicado mas pude aprender muito nesta fase".

Atualmente, formado em educação física, além de competir, o atleta dá aulas de atletismo a crianças da capital do estado por meio de projetos sociais. "Quis dar aulas a essas crianças, para elas não passarem o que passei". Os projetos acontecem no Parque Jacques da Luz, nas Moreninhas e no Parque Ayrton Senna, no bairro Aero Rancho.

Quer saber mais sobre a carreira de Eder Vaz? Então, confira a entrevista:

*Sob supervisão de Lucas Castro, da redação do Esporte Ágil.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS