Diversos | Olimpíada Todo Dia | 01/08/2020 09h19

Thiago Braz volta às competições oficiais, após seis meses

Compartilhe:

Foi uma longa espera. Mais precisamente 175 dias, ou arredondando, quase seis meses. Neste sábado (1º), finalmente o campeão olímpico do salto com vara Thiago Braz voltará a participar de uma competição oficial. Na cidade de Trieste, na Itália, o brasileiro estará em ação no 13º Meeting Internacional Triveneto. O início da prova está programado para as 13h25 (horário de Brasília).

Será a primeira competição do brasileiro, que foi medalha de ouro na Olimpíada Rio-2016, desde 8 de fevereiro. Na ocasião, em um meeting indoor (pista coberta) realizado em Roeun (FRA), Braz ficou em quarto lugar, com a marca de 5,74 m.

+ O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar
Era a largada para uma temporada que prometia muito para o brasileiro. Após um ciclo olímpico complicado, Thiago Braz havia planejado uma série de competições para chegar em condições de brigar pelo bicampeonato olímpico no salto com vara em Tóquio-2020.

A explosão da pandemia do coronavírus, contudo, jogou o planejamento no lixo. Braz decidiu ficar na Itália, em Fórnia, onde treina sob orientação do técnico Vitaly Petrov. Em entrevista ao blog, em abril, ele disse que quando a situação se agravou, especialmente na Itália, decidiu-se pela permanência na Europa. “Não imaginava que pudéssemos passar por uma situação como esta e ficar tanto tempo sem treinar ou competir”, disse o brasileiro ao Olimpíada Todo Dia.

A presença de Thiago Braz será uma das grandes atrações do Meeting Internacional Triveneto. No salto com vara, é o maior nome que aparece na lista de inscritos. Quinto colocado no ranking mundial da World Athletics (Federação Internacional de Atletismo), Braz terá como maior rival na prova o filipino Ernest John Obiena, 16º melhor classificado no ranking mundial. Entre os inscritos, tem o melhor resultado alcançado neste ano (5,81 m).

Outra estrela do atletismo mundial que disputará a competição em Trieste será o sul-africano Wayde van Niekerk, campeão olímpico na Rio-2016 e recordista mundial dos 400 m.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS