Bate-Bola | Da redação | 07/06/2016 14h52

Josemir Bispo

Compartilhe:
Bispo foi um dos responsáveis por popularizar o streetball em Campo Grande. Bispo foi um dos responsáveis por popularizar o streetball em Campo Grande. (Foto: Divulgação)

Manager do NKB Basketball foi um dos responsáveis por popularizar o streetball, atual basquete 3x3, em Campo Grande.

Analista de Desenvolvimento Web, presidente da The Truth Culture e Manager do NKB Basketball, o campo-grandense Josemir Constantino Bispo, de 35 anos, tem uma vida dedicada ao basquetebol.

O interesse pelo esporte começou cedo, aos 13 anos, mas, como deu uma ‘espichada’, o futebol e o futsal começaram a ficar de lado. Assim, aos 16, começou a treinar basquete com o professor Adilson, na quadra do José Abrão, em Campo Grande.

Foi um dos responsáveis pela popularização do basquete 3x3, antigo streetball, em Campo Grande, há mais de 10 anos. Atualmente, participa com suas duas equipes de torneios estaduais e nacionais.

Confira um bate-bola com o atleta:

Como começou seu envolvimento com o basquete?
Comecei a me interessar pela modalidade aos 13 anos, quando dei uma espichada e o futebol/futsal já me dava poucas opções. Lembrava que a Jane, minha professora de Educação Física, dizia que a forma do arremesso deveria ser como uma mira (risos). De fato, aos 16 comecei a treinar com o Professor Adilson na quadra do José Abrão (Arena JÁ). Já com eventos e organização comecei em 2005 com o Streetball (conforme entrevista no link: http://goo.gl/HJhVri) que hoje se “converteu” no basquete 3x3. O que mais me chamou no basquete, foram os ensinamentos. Me ensinou a ter mais atitude e me colocar em posição de tomar mais decisões, de fazer acontecer. Me ensinou a esperar a hora de atacar e a defender. Me ensinou a buscar regularidade e consistência. Ajudou (e ajuda) muito a pensar em equipe, a servir, respeitar e ajudar. Ou seja, em trabalhar em prol de algo maior.

Quais suas maiores conquistas e decepções no esporte?
Já ganhei campeonatos no basquete convencional (5x5) e outros mais no basquete 3x3. Mas o que considero minha principal conquista nesse esporte, foi poder ajudar de forma construtiva o crescimento da modalidade em nosso estado, principalmente o 3x3. Nessa caminhada tive sim decepções, mas nada que mereça menção ou lembrança.

O basquete 3x3 pode ser considerado como ‘porta de entrada’ para a prática do basquete convencional?
Exatamente. O 3x3 é a modalidade de basquete mais praticada no mundo atualmente. Todos podem jogar, por suas características. Não há restrição de idade, de altura, além de ser um basquete dinâmico e muito competitivo. O objetivo da FIBA com o 3×3 é massificar o esporte, com uma modalidade mais simples e não menos interessante que o basquete ‘tradicional’, para atingir os 250 milhões de praticantes e levar o 3×3 ao programa olímpico (Jogos Olímpicos de Tóquio 2020).

Qual a realidade da modalidade em Mato Grosso do Sul?
O 3x3 começou a ser praticado de forma determinante em Campo Grande a partir de 2005 com os eventos que eu e o Eliezer Patrick organizávamos. A FIBA, por sua vez, começou a promover a modalidade em 2007, e a nível mundial a partir de 2009 nos Jogos Asiáticos da Juventude, em Singapura. Quando fui chamado para assumir a função de Diretor Técnico da Federação de Basketball de MS (em 2014) é que de fato o basquete 3x3 apareceu na mídia, especialmente pela ajuda de amigos amantes da modalidade. Os principais eventos no Estado são o Circuito Estadual de Basquete 3x3 organizado pela FBMS e os Torneios de 3x3 da The Truth Culture.

Como os praticantes se organizam?
A FIBA lançou em 2011 o 3x3planet.com, uma comunidade virtual que apresenta sistemas de ranqueamento individual mundial para praticantes da modalidade. Uma vez que os jogadores estejam registrados e tenham criados seus perfis pessoais no 3x3planet.com, podem se conectar e se comunicar com outros usuários do 3×3. Assim encontram companheiros e adversários, localizam e se inscrevem em torneios disponíveis, e acumulam pontos nas vezes em que competem. Na plataforma está disponível uma variedade de níveis de campeonatos, desde básicos, estaduais, nacionais até eventos top do basquete 3×3, como os classificatórios para o Circuito Mundial, com destaque para o FIBA 3×3 World Tour e o FIBA 3×3 World Championship.

As equipes de MS conseguem bons resultados fora daqui?
Apesar de muitos adeptos e praticantes, apenas uma equipe participa de eventos fora do Estado: o NKB Basketball, time criado por mim em 2011 e que hoje possui duas equipes correndo os circuitos classificatórios para o World Tour. Apoios e patrocínios são difíceis por isso que poucos (como nós) se aventuram... Tem que gostar (e gastar) muito! (risos). A Fitness Academia, é o parceiro que de fato nos ajuda a participar desses eventos e com isso a ter bons resultados:

1º lugar – Estadual de Basquete 3x3 | 2012
6º lugar – Campeonato Brasileiro de Basquete 3x3 Rio de Janeiro – Road WT | 2012
1º lugar – Estadual de Basquete 3x3 | 2013
1º lugar – Circuito CG de Basquete 3x3 | 2014
2º lugar – Circuito MS de Basquete 3x3 | 2014
1º lugar – Circuito MS de Basquete 3x3 – Etapa Aquidauana | 2015
3º lugar – Etapa LCBR e ANB de Basquete 3x3 – Jardim Campos Eliseos – Campinas | 2015
1º lugar – Circuito CG de Basquete 3x3 – Etapa Belmar Fidalgo | 2015
1º lugar – Circuito MS de Basquete 3x3 – Etapa SESC Camillo Boni | 2015
4º lugar – Campeonato Brasileiro de Basquete 3x3 Brasília – Road WT | 2015
3º lugar – Etapa LCBR e ANB de Basquete 3x3 – Padre Manoel da Nóbrega – Campinas | 2015
6º lugar – I Circuito Paulista de Basquete 3x3 – VIII Etapa Piracicaba – Road WT | 2015
6º lugar – Campeonato Brasileiro de Basquete 3x3 Santa Cruz do Sul – Road WT | 2015
2º lugar – Etapa LCBR e ANB de Basquete 3x3 – Projeto Basquete IAPI – Campinas
4º lugar – Festival de Basquete 3x3 – Corumbá | 2015
6º lugar – II Circuito Paulista de Basquete 3x3 – I Etapa São Caetano do Sul – Road WT | 2016
1º lugar – Circuito MS de Basquete 3x3 – Etapa Arena José Abrão | 2016
8º lugar – II Circuito Paulista de Basquete 3x3 – III Etapa Shopping Tatuapé – Road WT | 2016

Quem estiver interessado em praticar a modalidade, o que deve fazer?
Basta gostar de basquete. Em Campo Grande temos quadras que jogam o 3x3 como primeira opção: Belmar Fidalgo, Arena José Abrão, Parque Elias Gadias, Parque Airton Senna, Parque Sóter, Parque Jacques da Luz, Arena Coophavilla e Parque das Nações... cada uma com sua particularidade, competitividade. E sou da Arena JÁ, onde o 3x3 segue as regras oficias e a “pegada” é diferenciada. Afinal, foi lá que tudo começou né! Quem quiser conhecer é só entrar em contato via whatsapp (9 9223-8462) que passo os dias e horários dos bate-bolas.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS