Bate-Bola | Hélio Lima | 01/07/2015 11h49

John Santana

Compartilhe:
(Foto: Arquivo Pessoal) (Foto: Arquivo Pessoal)

John Santana

Campo Grande - O Esporte Ágil conversou com John Santana, líder da equipe Hard BMX, que promove eventos de BMX, além de trabalhar o desenvolvimento da modalidade em Campo Grande.

John contou sobre o início do time e as dificuldades no dia-dia na prática do esporte.

Confira.

Esporte Ágil - Como começou no esporte?

John Santana - Comecei andando na Bmx do meu irmão, que sempre gostou do esporte.

EA - Como você conheceu o BMX? Quando surgiu a ideia de criar uma equipe?

John - Através também do meu irmão descobrimos por vídeos no YouTube. Surgiu em 2013 quando começamos a andar e como tinha poucas pessoas começamos a incentivar a galera a participar e andar conosco.

No começo de 2014 veio a ideia de criar a Hard Bmx pra incentivar ainda mais as pessoas a andar.

Não só as pessoas próximas a nós mais sim a galera de Campo Grande e do Mato Grosso do Sul inteiro.

EA - Quantos atletas participanm da equipe?

John - 17 fazem parte da Equipe Hard Bmx. No total são 20 atletas no esporte em Campo Grande.

EA - O que o esporte contribuiu para a sua vida pessoal?

John - A principio todo esporte é bom para manter o condicionamento físico, depois disso vêm os benefícios da diversão e em alguns casos até a profissão.

EA - O que é pra você a cultura do BMX? É mais o que um esporte? É uma maneira de se expressar?

John - Em relacionamento a cultura temos muitos ícones  de hj em dia,  tem ate deficientes  físicos  que praticam também  mesmo com dificuldades.

E os eventos que contribuem  pra divulgar a habilidade dos pilotos, é um estilo de vida no qual o propósito  e você sempre vencer seus limites.  Sentindo a adrenalina das manobras, aprendendo a viver aproveitando a vida com muita adrenalina.

EA - Onde é o melhor lugar para se praticar o desporto? 

John - Nas pistas de skate

EA - Tem algum atleta em quem vc se inspira?

John - Bruno Hoffmann

EA - Planos para o futuro do Hard BMX?

John - Crescer com numero de pilotos cada vez mais e quem sabe até montar uma loja especializada.

EA - O esporte (BMX) sofre algum preconceito da comunidade? Qual é a maior dificuldade na organização dos eventos?

Sim. Existe com o BMX certo preconceito, não só na comunidade, mais em todo lugar. As pessoas sempre acham que são vagabundos que não fazem nada da vida, mas são todos trabalhadores, que praticam o esporte por lazer.

A maior dificuldade em realizar eventos é a falta de apoio geral. Como patrocínio liberação da pista e falta de loja específica do nosso esporte.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS