Esporte Ágil - Aos 50 anos, Fórmula Vee chega à Capital pela primeira vez
Automobilismo | O Estado MS | 12/07/2017 09h38

Aos 50 anos, Fórmula Vee chega à Capital pela primeira vez

Compartilhe:

No ano em que celebra 50 anos de existência, a Fórmula Vee chega a Campo Grande pela primeira vez em sua história para uma etapa do campeonato nacional. Criador da categoria na década de 1960 e novamente à frente dela desde o ano passado como consultor, Wilson Fittipaldi Júnior já está na Capital e prevê planos para a categoria em Mato Grosso do Sul.

Com carros de 85 cavalos e que atingem até 200 km/h, a Fórmula Vee é considerada uma categoria acessível para jovens que saem do kart e não têm condições financeiras de avançar para uma categoria mais cara, e também para pilotos mais velhos e apaixonados pelo automobilismo.

“Os pilotos podem participar de etapas avulsas e do campeonato inteiro se quiser. E a diferença é que não precisa ter um carro próprio. Existe a possibilidade de alugar um carro para cada etapa. O valor varia de acordo com o autódromo, mas fica na faixa de R$ 3 mil a R$ 6 mil, ao passo que na Fórmula 3, por exemplo, numa corrida o piloto desembolsa até R$ 60 mil em Interlagos”, explicou Fittipaldi.

Campo Grande será a segunda cidade a receber a Fórmula Vee fora do Estado de São Paulo. Já ocorreram etapas neste ano em Minas Gerais, São Paulo e Piracicaba. “A nossa ideia é atrair entre 10 e 15 pilotos locais para criarmos a etapa regional em Mato Grosso do Sul. Esse é um projeto para o ano que vem. E, em outubro, os cinco primeiros de cada regional de todo o Brasil, incluindo os daqui, vão disputar o Campeonato Brasileiro”, detalhou.

Campo Grande terá programação cheia a partir de quinta-feira

Quinta (13) e sexta-feira (14), no autódromo de Campo Grande, os interessados podem fazer o curso de pilotagem. Por R$ 3 mil, o piloto se credencia para a corrida do fim de semana.

Nos mesmos dias estarão disponíveis o “Drive Day”, onde a pessoa pode dar três voltas completas no autódromo com o carro da Fórmula Vee, e o “Track Day”, quando o interessado realiza o trajeto da pista com o próprio carro. Qualquer pessoa pode participar, desde que tenha CNH em dia.

Já no fim de semana, no sábado (15) pela manhã, serão realizados os treinos qualificatórios e a corrida acontece à tarde, a partir das 13h30. No domingo, também pela manhã, ocorrem mais treinos, e a partir das 11h30 a segunda corrida é realizada.
Com 73, ‘tesão pelo automobilismo’ continua vivo, afirma Fittipaldi

A Fórmula Vee nasceu na década de 1960 com carros montados com motor de Fusca. No Brasil, foi criada por Wilson e Emerson Fittipaldi. O Vee (em inglês) vem justamente de Volkswagen. Por isso o Fusca. Atualmente, os motores usados são do Fox 1.6.

“O mosquito do automobilismo me pegou com 17 anos e desde então não parei mais. Hoje tenho 73 anos e não participo de competições mais, mas continuo pilotando por hobbie e dando dicas aos mais novos. Sempre presente”, lembra Fittipaldi.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS