"/>
Atletismo | Lucas Castro | 19/09/2019 17h00

Presidente da Caixa vistoria pista de atletismo do Ayrton Senna no sábado

Compartilhe:

O presidente da Caixa Econômica Federal (Cef), Pedro Duarte Guimarães, realizará no sábado (21) vistoria técnica da pista de atletismo do parque Ayrton Senna, no bairro Aero Rancho, em Campo Grande. A fiscalização acontecerá das 12h às 13h e terá acompanhamento do superintendente estadual da Caixa (Cef-MS), Paulo Cesar Alves de Matos, do prefeito municipal Marcos Marcello Trad (PSD), do diretor-presidente da Fundação Municipal de Esportes (Funesp), Rodrigo Terra e de professores de projetos sociais de atletismo na capital. O banco público financia parte do investimento, estimado em R$ 8,5 milhões. Além do Ayrton Senna, o dirigente da instituição financeira percorrerá outras obras em andamento pela capital, segundo a assessoria de imprensa da Funesp.

De acordo com a Funesp, a obra da pista recebe os últimos detalhes e deve ser concluída até o próximo mês. Além do espaço para provas de atletismo, o pacote de obras de infraestrutura no Ayrton Senna inclui reforma e ampliação da estrutura administrativa, revitalização das quadras poliesportivas, troca de instalações elétricas, sanitárias, alojamentos, projeto de prevenção de incentivo e restauração do parque aquático. A intervenção no parque na região Sul da capital faz parte do projeto que objetiva reformar 10 parques no segundo semestre deste ano.

Pedro Guimarães fará série de vistorias em Campo Grande (Foto: Adriano Machado/Reuters)

A pista de 400 metros, com oito raias, recebe emborrachamento e é a primeira com esta característica em Mato Grosso do Sul. A ideia é integrar o parque Ayrton Senna no circuito nacional de competições de atletismo. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), foram aplicados 6,3 mil metros de lona emborrachada, importada da Alemanha, distribuídas em 126 rolos de 50 metros.

De acordo com o professor e educador físico Eder Vaz, que atua em projeto social da modalidade vinculado à Funesp, a vistoria técnica de sábado (21) será uma prévia para o lançamento oficial da pista, demasiadamente aguardado pelos alunos e técnicos de atletismo da capital.

Em entrevista ao Esporte Ágil, Vaz explica que 90% do objetivo da pista é atender alunos de projetos sociais de atletismo vinculados à Funesp. Ele frisa que cinco professores serão encarregados de auxiliar na administração da pista, divididos em categorias dentro da modalidade. “Todos os atletas, de todas as regiões, treinarão juntos, vamos montar uma seleção de Campo Grande. Nós professores vamos ajudar na organização da pista, normas, de como será o funcionamento, em conjunto à coordenação da Funesp. O objetivo é que a pista seja preservada e que todo mundo tenha seu espaço e horário para treinar”.

Lonas emborrachadas importadas (Foto: Denilson Secreta/PMCG)

“De fato, queremos trabalhar com alto rendimento e espero que os frutos sejam colhidos em breve. Depois de quase 30 anos, esta é uma luta que vencemos, após duas ou três vezes que falaram que a pista ia ficar pronta, mas não ficava. Sábado (21), essa pista terá uma inauguração simbólica, com 30 alunos de projetos”, salienta Vaz.

Mesmo antes da inauguração da pista, o atletismo e paratletismo campo-grandense já se destacam em competições a nível nacional. Vaz acredita que mais resultados positivos aparecerão de agora em diante. “Já temos alunos entre os melhores do Brasil, que estão bem ranqueados. Tem alunos que lideram o ranking também. A partir de agora, a tendência é ter constantemente alunos liderando ou entre os cinco melhores e formar base para a seleção brasileira para disputar campeonatos internacionais. Este sonho está mais perto”.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS